AJUDA DE JUNIOR

Classificado em Medicina e Ciências da Saúde

Escrito em em português com um tamanho de 11,97 KB.

 

Calendário DE VACINAÇÃO AO NASCER BGC dose unica - HEPATITE B dose unica. 2 MESES PENTA: 1ª dose - VIP/VOP: 1ª dose com VIP(injeção). PNEUMOCOCICA 10V: 1ª dose. Rotavírus HUMANO: 1ª DOSE(oral). 3 MESES MENINGOCÓCICA C: 1ª dose. 4 MESES PENTA: 2 dose - VIP/VOP: 2ª DOSE COM VIP. PNEUMOCOCICA 10V: 2ª dose. Rotavírus HUMANO: 2ª dose. 5 MESES: MENINGOCÓCICA C: 2ª dose. 6 MESES PENTA: 3ª DOSE, VIP/VOP: 3ª DOSE COM VIP. 9 MESES FEBRE AMARELA. 12MESES PNEUMOCOCICA 10V: REFORÇO, PODENDO SER FEITO Até OS 4(QUATRO) ANOS. MENINGOCOCICA C: REFORÇO, PODENDO SER FEITO Até OS 4(QUATRO) ANOS. Tríplice VIRAL: dose UNICA. 15 MESES PENTA: 1º REFORÇO (COM DTP). VIP/VOP: REFORÇO (COM VOP VIA ORAL) - HEPATITE A: dose UNICA. TETRA VIRAL: dose UNICA. 4 ANOS PENTA: 2º REFORÇO COM DTP - VIP/VOP: 2º REFORÇO COM VOP VIA ORAL. FEBRE AMARELA: REFORÇO. A PARTIR DE 5 (CINCO) ANOS, DUAS DOSES COM INTERVALO DE 10 ANOS.---------------------------------------ADOLESCENTE-------------------------- HEPATITE B: 3 DOSES CASO NÃO TENHA SIDO IMUNIZADO AO NASCER.--- Tríplice VIRAL: DUAS DOSES CASO NAO TENHA SIDO IMUNIZADO. ---- HPV DUAS DOSES DE 9 A 13 ANOS OU 3 DOSES DE 9 A 26 COM HIV. DUPLA ADULTO REFORÇO A CADA 10 ANOS.-------------------------GESTANTE-------------------------------

HEPATITE B: 3 DOSES CASO NÃO TENHA SIDO IMUNIZADO AO NASCER. DUPLA ADULTO: DUAS DOSES. DTPA: UMA DOSE A PARTIR DA 27ª SEMANA DE GESTAÇÃO A 36ª.


--ESQUEMA DA POLIQUIMIOTERAPIA DA Hanseníase---

PAUCIBACILAR ADULTO - RIFAMPICINA(RFM): DOSE MENSAL 600MG(2 CAPSULAS 300MG) SUPERVISIONADO. DAPSONA(DDS): DOSE MENSAL 100MG SUPERVISIONADA E DOSE DIARIA DE 100MG AUTOADMINISTRADA.

PAUCIBACILAR CRIANÇA - RIFAMPICINA(RFM): DOSE MENSAL 450MG(1 Cápsula 150MG E 1 Cápsula 300MG) SUPERVISIONADO. DAPSONA (DDP): DOSE MENSAL 50 MG SUPERVISIONADA E DOSE DIARIA 50MG.---6 DOSES SUPERVISIONADAS EM Até 9 MESES.

----------------Hanseníase MULTIBACILAR--------------

MULTIBACILAR ADULTO- RIFAMPICINA(RFM): DOSE MENSAL 600MG(2 CAPSULAS DE 300MG) SUPERVISIONADO. DAPSONA(DDS): DOSE MENSAL DE 100MG SUPERVISIONADO E DOSE DIARIA DE 100MG, CLOFAZIMINA(CFZ): DOSE MENSAL 300MG(3CAPSULAS DE 100MG) SUPERVISIONADO E DOSE DIARIA 50MG.

 MULTIBACILAR CRIANÇA - RIFAMPICINA DOSE MENSAL 450MG(1CAPSULA DE 150MG E 1 Cápsula DE 300MG) SUPERVISIONADO. DAPSONA DOSE MENSAL 50MG SUPERVISIONADA E DOSE DIARIA DE 50 MG. CLOFAZIMINA DOSE MENSAL DE 150MG(3 CAPS DE 50 MG) SUPERVISIONADA E DOSE ALTERNADA DE 50 MG. 12 DOSES EM Até 18 MESES.

TIPOS DE Hanseníase: INDETERMINADA(BACILOSCOPIA NEGATIVA) TUBERCULOIDE(Até 5 LESOES, PODE COMPROMETER NERVOS, BACILOSCOPIA NEGATIVA. PAUCIBACILAR AS DUAS.

DIMORFA (ERITEMATOSA PLANA, BACILOSCOPIA POSITIVA COM RAROS BACILOS OU NEGATIVA) VIRCHOWIANA (ERITEMA E INFILTRAÇÃO DIFUSOS, BACILOSCOPIA POSITIVA E ABUNDANTE. TODAS DUAS SÃO  MULTIBACILAR.


----TRATAMENTO Pára TUBERCULOSE------------------- 2 MESES: R Rifampicina; H Isoniazida; Z Pirazinamida; E Etambutol. 4 MESES R Rifampicina e H Isoniazida. 2RHZE 4RH. -------- ESQUEMA BÁSICO --------------

FASE INTENSIVA (2MESES) 2RHZE

R 150MG, H 75MG, Z400MG, E 275MG COMPRIMIDO DOSE FIXA COMBINADA. 20KG  a 35KG 2 COMP. 36KG A 50KG 3 COMP. >50KG 4 COMP.------------------------------

FASE DE MANUTENÇÃO 4 MESES 4RH

R300MG, H200MG OU R 150MG, H100MG.

20 A 35KG 1 COMP. R 300MG, H200MG./ 26KG A 50KG 1 COMP R 300MG, H 200MG + 1 COMP DE R150 MG E H100MG./ > 50KG 2 COMP. R300, H 200MG.

-------------PRE NATAL --------------------------------------- CONSULTAS Até 28 SEMANA MENSAL / DE 28 A 36 QUINZENAL / DE 36 A 41 SEMANAL. -------------------------------------------ALTURA UTERINA-------------------------- Até A 6 SEMANA NÃO OCORRE ALTERAÇÃO./ 8 SEMANA TEM O DOBRO / 10 SEMANA TEM TRES VEZES O TAMANHO NORMAL / 12 O Útero ENCHE A PELVE, SENDO Palpável A Sínfise PUBICA./ 16 O FUNDO UTERINO ENCONTRA ENTRE Sínfise PUBICA E CICATRIZ UMBILICAL./ 20 SEMANAS, O FUNDO DO Útero ESTÁ NA CICATRIZ UMBILICAL. ----------------------

---------ESQUEMA ALIMENTAR DE CRIANÇAS------------- Até O SEXTO MES ALEITAMENTO MTERNO EXCLUSIVO/

 Após SEXTO MES ALEITAMENTO + DUAS PAPAS DE FRUTA E UMA PAPA SALGADA/COMIDA DE PANELA.

Após O Sétimo MES - ALEITAMENTO + DUAS PAPAS DE FRUTA E DUAS PAPA SALGADAS/COMIDA DE PANELA

Após UM ANO - ALEITAMENTO + TRES REFEIÇÕES PRINCIPAIS DA Família E LANCHES NUTRITIVOS ----------

SETE CONSULTAS DE ROTINA NA CRIANÇA: 1ª SEMANA/ 1º MES/ 2º/ 4º/ 6º/ 9º E 12º... DUAS CONSULTAS NO SEGUNDO ANO; 18º E 24º MES... Após CONSULTAS ANUAIS Próximo AO NIVER.



ESCORE DE 0 A 3 SOFRIMENTO GRAVE SCORE 4 A 6 DIFICULDADE MODERADA SCORE 7 A 10 AUSENCIA DE DIFICULDADE


BEBÉ Aós 15 DIAS reflexos:Apoio plantar, sucção e preensão palmar: desaparecem até o 6º mês.Preensão dos artelhos (tornozelo): desaparece até o 11º mês.Reflexo cutâneo plantar: obtido pelo estímulo da porção lateral do pé. No recém-nascido, desencadeia extensão do dedo grande do pé. A partir do 13º mês, ocorre flexão do dedo grande do pé. A partir desta idade, a extensão é patológica.Reflexo de Moro: medido pelo procedimento de segurar a criança pelas mãos e liberar bruscamente os seus braços. Deve ser sempre simétrico. É incompleto a partir do 3º mês e não deve existir a partir do 6º mês.Reflexo tóNicó-cervical: rotação da cabeça pára um lado, com consequente extensão do membro superior e inferior do lado facial e flexão dos membros contra laterais. A atividade é realizada bilateralmente e deve ser simétrica. Desaparece até ao terceiro mês. tré o 1º e o 2º mês: melhor percepção de um rosto, medida com base na distância entre o bebé e o seio materno. Entre o 1º e o 2º mês: predomínio do tónus flexor, assimetria postural e preensão reflexa.Entre o 2º e o 3º mês: sorriso social.Entre o 2º e o 4º mês: fica de bruços, levanta a cabeça e os ombros.Em torno dos 2 meses: início da ampliação do campo de visão (visualiza e segue objetos com o olhar).Aós 4 meses: preensão voluntária das mãos.Entre o 4º e o 6º mês: vira a cabeça na direção da voz/som.Aós 3 meses: adquire a noção de profundidade.Em torno dos 6 meses: inicia-se a noção de “permanência do objeto”.*A partir do 7º mês: senta-se sem apoio.Entre o 6º e o 9º mês: arrasta-se, gatinha.Entre 9 meses e 1 ano: gatinha ou anda com apoio.10º mês: fica de pé sem apoio.12 meses: possui a acuidade visual de um adulto.Entre 1 ano e 1 ano e 6 meses: anda sozinho.Entre 1 ano e 6 meses a 2 anos: corré ou sobe degraus baixos.Entre os 2 e os 3 anos: diz o seu próprio nome e nomeia objetos como seus.Por volta dos 2 anos: reconhece-se no espelho e começa a brincar ao faz de conta (atividade que deve ser estimulada por promover o desenvolvimento cognitivo e emocional, ao ajudar a criança a gerir


                                        PH

ACIDOSE ABAIXO DE 7,35 ----- 7,45 ACIMA ALCALOSE

                                 PCO2

             PADRÃO RESPIRATÓRIO NORMAL

                       ENTRE 35 --- 45

                                 HCO3

            PADRÃO Metabólico (BICARBONATO)

               ENTRE 22---26 OU 22---24

                                     BE

                         ENTRE    -2 ------ +2

9 CERTOS: PACIENTE, VIA, DOSE, HORÁRIO, DOCUMENTAÇÃO, AÇÃO DA DROGA, FORMA, RESPOSTA.


                   TEMPOS CIRURGICOS

DIÉRESE: BISTURI / HEMOSTÁSIA: PINÇAMENTO, BISTURI Elétrico, FIO DE SUTURA. / EXÉRESE: CIRURGIA PROPRIAMENTE DITA. / SÍNTESE: JUNÇÃO DE BORDAS.


Entradas relacionadas: