Arte crista

Classificado em Religião

Escrito em em português com um tamanho de 2,28 KB.

 

A diversidade foi principalmente de caráter técnico-artístico e teve a sua maior expressão nas artes decorativas já que o cristianismo influenciou as artes ditas “maiores” a medida que se expandia.  

 Arte paleocristã

  • Conjunto de manifestações artísticas dos primeiros cristãos.
  • Decorreram aproximadamente entre o ano 200 e o século VI da Era Cristã, correspondendo ao período de expansão do cristianismo.

Características:

  • Grande dispersão geográfico – grande diversidade regional;      
  • Subsistência de traços estruturais comuns.
    1. A utilização dos modelos estilísticos da Roma elássica;
    2. Uso de novas formas técnicas e estéticas provenientes das zonas periféricas do Império, sobre tudo das proveniências do Oriente;
    3. Subordinação a um novo espírito e a uma nova temática: a do Cristianismo que impos uma iconografia retirada das Sagradas Escrituras e um sentido doutrinal e pastoral às artes decorativas.

Arquitetura paleocristã (Império Romano)

  • Grande preocupação;
    1. Procura de uma tipologia pára o templo cristão
    2. Adoção de duas funções: morada de Deus e recinto de culto; um local de encontro e Reunião da comunidade dos fiéis, impondo assim novas exigências funcionais e de espaço.
  • As primeiras igrejas seguem dois modelos principais:
  1. Planta basilical, em cruz latina, com três ou cinco naves separadas por arcadas e/ou colunatas e cobertas por tetos de armação de madeira;
  2. Planta centrada, de influencia helenística e oriental, com formas circulares, octogonais ou em cruz grega, e coberturas em cúpula e meias cúpulas.
  3. Em ambos os modelos sobressai a preocupação em destacar as linhas cruciformes (em forma de cruz).
  4. Modelo mais característico: foi o de planta basilical de três naves, que só se impôs como dominante a partir do século V.

Entradas relacionadas: