Canais lentos de sódio

Classificado em Biologia

Escrito em em português com um tamanho de 3,34 KB.

 

P2 EPILEPSIA- bloqueadores do canal de sódio (na+) – tem afinidade pelos canais de só NA+ que se encontram na forma inativa ao acoplar a estes canais o medicamento mantem os mesmo na sua forma inativa e Ácaba impedindo a elevaçao do pot de açao neuronal e consequentemente pode previnir crises epileticas. O ESTRESSE faz com que o medicamentos não sejam capazes de manter os canais de na+ inativos sendo assim corré o aumento do número de canais de sódio abertos aumentando a quantidade de na+ no citoplasma neural, elevando o pot de açao e promovendo crise convulsiva total.

- bloqueadores do canal de na+ e cá+ - tem afinidade pelos canais de na e cá que se encontram na forma inativa. Ao acoplar-se a estes canais o medicamento mantem o mesmo na sua forma inativa e Ácaba impedindo a elevaçao do potencial de açao neuronal e consequentemente pode previnir crises epileticas.

- agonistas de receptor de membrana GABA – o medicamento é agonista do receptor GABA e potencializa as açoes GABA, aumenta tempo de abertura dos canais de CL, aumenta CL intracelular, diminui potencial de açao e consequentemente pode previnir as crises epilepticas.

-inibidor da enzima GABA transaminase – inibiçao da enzima gaba transaminase, diminui a degradaçao de gaba na fenda sinaptica, aumenta a quantidade de GABA na fenda, gerando aumento de GABA no receptor GABA, elevando CL no neuronio, diminuindo a sinapse excitatoria no neuronio pos sináptico, diminuindo o pot de açao e consequentemente pode previnir as crises epilepticas.

-DM TIPO 1 célula beta pancreatica não funciona, ou seja, não há secreçao de insulina, tratamento insulina injetável ou via subcutanea (atua nos receptores de insulina)

-DM TIPO 2 por baixa secreçao de insulina (célula B vai perdendo a funçao), tratamento farmacos que atuam sobre a célula B estimulando a secreçao de insulina. POR RESISTENCIA do receptor de insulina – tratamento, farmacos que atuam nos receptores diminuindo sua resistencia a insulina.

- TABAGISMO – nicotina se acopla ao receptor N, aumentando a quantidade e o tempo de abertura dos canais de NA+, elevando o potencial de açao, que por sua vez, aumenta a quantidade e o tempo de abertura dos canais de Cá+, o Cá+ reage com a DA sofrendo exocitose, onde uma parte da DA faz sinapse e a outra parte sofra recaptação atraves da molécula transportadora de DA, fazendo com que esse ciclo se repita. Esse ciclo se repete até que a açao da nicotina acabe. Tratamento, fármaco que promove inibiçao da recaptçao de DA.

(aumento da DA na fenda sinaptica, aumento do prazer e bem estar) o que diminuira o DA na fenda sinaptica, fazendo com que o individuo tenha vontade de fumar denovo pára ter a sensaçao de prazer e bem estar.

Entradas relacionadas: