Centralização e formalização

Classificado em Tecnologia

Escrito em em português com um tamanho de 4,42 KB.

 

Ergonomia NR 17: ciência antropocêntrica; o homem é o escopo de seu estudo, prática e aplicação. Visa: adaptar o trabalho ao homem, independente de suas carácterísticas.

TIPOS DE ERGONOMIA

Física (Bio): estudo dos aspectos físicos do trabalho e do ser humano.

Cognitiva (Psiquícá): estudo dos processos mentais realizados pelos trabalhadores como: percepção, memória, raciocínio, etc.

Organizacional (Social): estudo das relações de trabalho, como: a cultura organizacional, a política de empresa, a comunicação entre os trabalhadores, as rotinas e normas, tipo de jornada e escala de trabalho.

CLASSIFICAÇÃO ERGONOMIA

Abrangência: posto de trabalho (microegonomia), sistemas de produção (macroergonomia)

Contribuição: concepção, corréção, arranjo físico, conscientização

Interdisciplinaridade: engenharia, design, psicologia, área da Sáúde, administração

CONTROLE DO AMBIENTE (CICLO)

Ambiente insalubre -> trabalhador doente -> diagnóstico tratamento cura -> trabalhador saudável.

Reconhecimento avaliação controle -> ambiente saudável -> trabalhador saudável.

RECONHECIMENTO DOS RISCOS: consiste no levantamento de dados sobre o ambiente e a organização do trabalho pára orientar a tomada de decisão sobre a necessidade de avaliações quantitativas ou sobre a introdução de medidas de controle imediata ou não.


ETAPAS RECONHECIMENTO RISCOS

1) estudo do processo; 2) condições climáticas; 3) propriedade dos produtos envolvidos; 4) condições de segurança e Sáúde do trabalhador; 5) atividade dos trabalhadores; 6) programas de manutenção; 7) medidas de proteção; 8) SESMT e CIPA; 9) Utilização dos sentidos.

EPI NR 6 – São todos os dispositivos ou produtos de segurança de uso individualizado, utilizados por trabalhadores, destinados à salvaguarda-los dos riscos ambientais suscetíveis de ameaçar a vida e a integridade das pessoas em todo ambiente de trabalho.

ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO

Mecanicista: baseada na hierarquia. Ênfase especialização e controle, na comunicação vertical, confiança regulamentos, politicas.

Orgânica: ênfase especialização horizontal, coordenação de pessoal. Comunicação membros política e procedimentos flexíveis.

Formal: ênfase nas regras e regulamentações

Informal: ênfase nos relacionamentos de trabalho. Estrutura formal e da flexibilidade e velocidade a organização.

Formalização: métodos de trabalho. Quanto mais formalizada for a empresa, mais mecanicista e burocrática.

Centralização: quanto menor o volume de delegação, mais centralizada é uma organização;

Complexidade: quanto mais complexa for uma organização, mais difícil será de gerencia-lá

Entradas relacionadas: