Disciplinas que contribuem pára o estudo do comportamento organizacional

Classificado em Psicologia e Sociologia

Escrito em em português com um tamanho de 8,43 KB.

 

Comportamento organizacional: Varia de empresa pára empresa, é baseado nas atitudes, crenças, valore e Objetivos de cada organização. Influencia tanto o ambiente externo, como o Interno das organizações; compreender o comportamento organizacional, Possibilita a manutenção e a melhoria dos processos de gestão de pessoas; (atrair e reter talentos, evitar o turnover, promover engajamentos, Produtividade e harmonia).

Objetivo do estudo: estudo do comportamento, das atitudes e do Desempenho dos trabalhadores em um ambiente organizacional.

Disciplinas associadas: psicologia, Sociologia, sociologia social, antropologia, ciências políticas.

Modelo tavistock:

Subsistema técnico: inclui as tarefas a desempenhas, as instalações, Equipamentos e tecnologias e as técnicas operacionais, sendo responsável pela eficiência Potencial.

Subsistema social: inclui as pessoas, suas características E capacidade e as relações sociais entre elas e é responsável pela transformação Da eficiência potencial em eficiência real.

Impactos dos problemas de comportamentos Organizacionais:

1) diminui a capacidade de inovação e criatividade; 2) causa resultados Negativos na gestão de pessoas, engajamento de equipe e melhores resultados 3) Faz com que os colaborados não se situem ou passam agir de acordo, pois não tem Conhecimento das regras ou o que a organização éspera deles 4) comportamento Desajustado com os valores da empresa chegando aós seus clientes.

Sistema Pessoa “nem sempre a pessoa vê as próprias competência como as outras pessoas As veem. ” Conhecer as pessoas, significa ir além dos conceitos que se aplicam A maioria das pessoas e das necessidades em geral; seguindo Kinner, psicólogo, Devemos nos ater ao que é observável e deixar a “caixa preta” trabalhar com os Dados e deixar os conceitos vagos. Desta forma o melhor indicador dos Comportamentos futuros é o comportamento passado. Comportamento observável: Contratar, promover, demitir... Usando dados de desempenho. O sistema pessoal Se encaixa na sequência de eventos que determinam o comportamento do indivíduo. Entender as expectativas que uma pessoa tem a respeito de suas ações.

Estrutura do sistema pessoal: 4 Subsistemas básicos e um derivado:

Objetivos pessoais: os Objetivos ou eventos futuros pelo quais lutamos com a finalidade de satisfazer Nossas necessidades.

Competências: as áreas de conhecimento, Habilidade e capacidade que aumentam a eficácia da pessoa em lidar com o mundo. As pessoas não nascem com competências, precisam aprender.

Curar e aumentar competências: 1) assegurar que o sistema pessoal se enquadre no sistema exigido da empresa; 2) proporcionar oportunidade e autonomia pára a pessoa realizar o trabalho; 3) Proporcionar um sistema de apoio e orientações; 4) criar oportunidade pára que As pessoas aproveitam o sucesso precoce.

Crenças: crenças são ideias que A pessoa tem sobre o mundo e seu funcionamento. Sobre tudo: mundo, natureza Humana, sentido da vida, os negócios.

Teoria x (MC Gregor): 1) o Ser humano médio tem uma aversão inerente ao trabalho e se for possível o Evita; 2) a maioria das pessoas precisa ser coagida, controlada, dirigida e ameaçada Com punições pára fazer os objetivos organizacionais; 3) o ser humano médio deseja Fugir as responsabilidades, tem pouca ambição e coloca a segurança acima de Tudo.

Teoria Y (MC Gregor): 1) o dispêndio De esforço físico e mental no trabalho é tão natural como a brincadeira ou Descanso; 2) as pessoas exercem auto direção e autocontrole em prol de Objetivos com as quais são comprometidas. 3) o compromisso com objetivos é função Das recompensas associadas ao seu atingimento. 4) o ser humano médio aprende a Aceitar e buscar responsabilidades sob condições adequadas.

Valores: Os valores também Têm uma hierarquia de importância. Conflitos internos e valores. Diferenciar valores-fins De valores-meio. Valores-meios: dinheiro, relacionamento, família, carros; Valores-fins: conforto, paixão, aventura, amor, excitação.

Força Unificadora: autoconceito: a maneira como a pessoa se vê.

Gestão de relações interpessoais: As relações interpessoais entre os colaboradores podem ter influencias Significativas em sua capacidade de atingir objetivos.

Exigência de cargos: diferenças Interpessoais ocorrem mais devido as exigências de cargo; (diferentes demandas A atender).

Choque de personalidade: Pode ser apenas uma resposta a exigência incompatíveis dos cargos, atividades, interações E atitudes exigidas pelos cargos, tem efeito relevante nas relações interpessoais, Pois determinam diretamente o que se faz, com quem e que sentimento serão trazidos Juntos.

Avaliação Dos cargos: 1) simplicidade ou complexidade da tarefa; 2) diferença de especialização Requeridas pela tarefa 3) medida em que os fatores humanos (sentimentos, Atitudes e comportamentos) estão envolvidos no trabalho, em contraposição aós Fatores técnicos; 4) frequência das interações ou contratos humanos Proporcionados pelas situações de trabalho; 5) grau de certeza com que os Resultados das ações podem ser previstos.

Leque de relação de trabalho Exigidas

Relação de tarefa mínima: Comportamento e troca de informações são determinados pelas demandas Especificas da tarefa e dos papeis que a acompanham. Resultando em desempenho Competente

Controle/influencia: Superior e subordinado, ocorre quando um indivíduo tem mais experiência, Conhecimento ou autoridade do que a outra; gera a melhoria do desempenho da Pessoa influenciada e a satisfação do controlador;

Companheirismo: duas pessoas Colaboram em uma tarefa complexa, desenvolver ideias livremente, sendo base de Apoio pára duas pessoas (solidariedade); resultado em desempenho competente Juntamente com a melhoria e satisfação individual.

Fatores ambientais: cultura Organizacional, a tecnologia e layout, o sistema de recompensas, o status Externo das pessoas envolvidas na relação de trabalho e o sistema pessoas Desses indivíduos, diferenças de gêneros.

Cultura organizacional: é o Reflexo da cultura mais abrangente de onde saem seus integrantes, o clima geral Da organização e a maneira de fazer as coisas afetam o grupo e seu Comportamento.

Tecnologia e layout: sequência De trabalho e barreiras físicas criam necessidade e a oportunidade de interação. Maior interação -> maior simpatia. O contato gera oportunidade de conversa. A Tecnologia e o layout forçam uma dependência continua... Por outro lado... A interação Forçada pode gerar sentimentos negativos. Pode haver união até pára reclamações.

Sistemas de recompensas: Destaque a competição individual X esforço colaborativo; retribuição públicas X Retribuição particulares.

Status extremo: quando há Igualdade o diálogo é mais franco, existe mais interrupções, mais argumentações. As expectativas são semelhantes. Respeito ou o desrespeito entre os status internos Podem causar abusos/dominância.

Diferença de gêneros: homens E mulheres... Educação diferente da sociedade. Associação de profissões. Tratamento Diferente dos pais: roupas, brinquedos... Predominância no cargo...

Diversidade demográficas: Ambiente sócio econômico; idades. Origens regionais, origens raciais, miscigenação – diferentes etnias

Estilos interpessoais: a Maneira de cada um.

Entradas relacionadas: