O que é solo arado

Classificado em Química

Escrito em em português com um tamanho de 11,46 KB.

 

Y – Etapas do Processo bacia hidrográfica. Seleção da área (mapas, divisões das Áreas, rios, nascentes etc). Levantamento Do meio físico (Relevo, Recursos hídricos, Uso do solo e cobertura vegetal, Reserva legal e área de preservação permanente, Estratificação ambiental dos Agrossistemas, Capacidade uso e aptidão da terra). Diagnóstico do meio rural (perfil históricos de uso, condições econômica, nível tecnológico). Justificativa do programa (com base nos problemas levantados). Objetivos gerais E específicos. Metas (a curto, médio, longo prazo). Integração institucional (tipo de gestão). Estratégia de ação (curto, médio e longo prazo). Avaliação e Conclusão (erosão, poluição, produtividade). Cronograma de execução e Cronograma financeiro (trimestral ou semestral).

Y – Agroecologia. Sistema de produção que visa sustentabilidade agrícola e recuperar condições de Degradação ou superar restrições. A base da agroecologia é a trofobiose, esse Princípio descreve que somente em solos sadios as plantas terão nutrientes Necessários pára serem sadias e resistentes ao ataque de pragas e doenças. Não Utilizando fertilizantes solúveis, mas sim caldas e extratos orgânicos, como Calda de bordalesa, comomila, farinha de peixe, esterco, entre outros. A Biodinâmica é a saúde do solo, das plantas e dos animais que dependem da Conexão com forçar de origem cósmica da natureza. Ou seja, um equilíbrio entre Varias atividades (lavoura, animais, etc) buscando alcançar uma independência De matérias externas, sendo esta a auto-sustentabilidade.

Y – Cuidados Compostagem. Decomposição aeróbica de resíduos orgânicos pela população microbiana Quimiorganotroficos, sob condições total ou parcialmente controladas. Devem-se Ter cuidados com contato com lixo, revirar o composto, esperar a decomposição, Tomar cuidado com matérias, separação de resíduos, monitorarem temperatura e Umidade.

Y – VERMIcompostagem. É a decomposição aeróbica de resíduos orgânicos Feito por minhocas, resultado da combinação da ação de minhocas com a Microflora de seu trato digestivo. Deve-se controlar temperatura e umidade pára A sobrevivência dos organismos. Local com sombra e arejado, terra úmida e limpa, Palha seca por cima.

Y – Supressividade Natural. É o fenômeno que alguns solos têm de prevenirem o estabelecimento de um Determinado patógeno e inibir as suas atividades. Induzida é quando o fenômeno ocorre induzido por fatores bióticos (microbiota antagônica), ou abióticos (pH, concentração de macro e Micronutrientes, condutividade elétrica).

Y – Benefícios e Malefícios que plantas transgênicas trouxeram pára SPD. MResistência a pragas, o que causa uma Pressão de seleção. BBaixo custo, Menos uso de agrotóxicos, conservando meio ambiente, facilita manejo Fitotécnico.

Y – Comportamento pragas SPD/SPC. SPD leva certa vantagem no controle de plantas daninha, pelo fato da palhada da Cultura anterior proteger o solo, desse modo o solo não recebe luz solar Diretamente, desfavorecendo o surgimento de novas plantas daninhas. Em relação A pragas artrópodes, o SPC tem vantagem pelo fato de incorporar restos Vegetais, o que prejudica a sobrevivência de insetos, por falta de alimento e Proteção. Nas doenças, o SPC leva vantagem, pois na palha do SPD podem ficar Esporos, bactérias que podem afetar a nova cultura. Porém possui maior índice de Planta daninha, que podem ser hospedeiras de outras doenças.

Y – SPD no cerrado. O SPD Permite melhorar a capacidade produtiva do solo em termos de evitar a erosão e Aumentar seu teor de matéria orgânica. Pré-requisitos: Correção química e física do solo; adequação de estradas e carreadores, Eliminação de problema de erosão em sulcos; adequação de maquinas e Implementos; avaliação da flora infestante e herbicidas pára diminuição e/ou Eliminação de ervas; planejamento do sistema de rotação e sucesso de cultura Pára produção de palha; assistência técnica adequada. Desvantagem: compactação do solo. Vantagens: redução dos custos do sistema; difusão de tecnologia Agrícola; economicidade e preservação do solo e da água. Palhada: reduz impacto das gotas de chuva, protegendo o solo contra A desagregação de partículas e compactação; dificulta o escorrimento de água; Redução nas perdas de solo e água pela erosão; reduz amplitude hídrica e Térmica, favorecendo atividade biológica; aumentando a matéria orgânica no Perfil do solo, aumentando a disponibilidade de água pára as plantas, a CTC Melhora.

Y – Etapas do Processo bacia hidrográfica. Seleção da área (mapas, divisões das Áreas, rios, nascentes etc). Levantamento Do meio físico (Relevo, Recursos hídricos, Uso do solo e cobertura vegetal, Reserva legal e área de preservação permanente, Estratificação ambiental dos Agrossistemas, Capacidade uso e aptidão da terra). Diagnóstico do meio rural (perfil históricos de uso, condições econômica, nível tecnológico). Justificativa do programa (com base nos problemas levantados). Objetivos gerais E específicos. Metas (a curto, médio, longo prazo). Integração institucional (tipo de gestão). Estratégia de ação (curto, médio e longo prazo). Avaliação e Conclusão (erosão, poluição, produtividade). Cronograma de execução e Cronograma financeiro (trimestral ou semestral).

Y – Agroecologia. Sistema de produção que visa sustentabilidade agrícola e recuperar condições de Degradação ou superar restrições. A base da agroecologia é a trofobiose, esse Princípio descreve que somente em solos sadios as plantas terão nutrientes Necessários pára serem sadias e resistentes ao ataque de pragas e doenças. Não Utilizando fertilizantes solúveis, mas sim caldas e extratos orgânicos, como Calda de bordalesa, comomila, farinha de peixe, esterco, entre outros. A Biodinâmica é a saúde do solo, das plantas e dos animais que dependem da Conexão com forçar de origem cósmica da natureza. Ou seja, um equilíbrio entre Varias atividades (lavoura, animais, etc) buscando alcançar uma independência De matérias externas, sendo esta a auto-sustentabilidade.

Y – Cuidados Compostagem. Decomposição aeróbica de resíduos orgânicos pela população microbiana Quimiorganotroficos, sob condições total ou parcialmente controladas. Devem-se Ter cuidados com contato com lixo, revirar o composto, esperar a decomposição, Tomar cuidado com matérias, separação de resíduos, monitorarem temperatura e Umidade.

Y – VERMIcompostagem. É a decomposição aeróbica de resíduos orgânicos Feito por minhocas, resultado da combinação da ação de minhocas com a Microflora de seu trato digestivo. Deve-se controlar temperatura e umidade pára A sobrevivência dos organismos. Local com sombra e arejado, terra úmida e Limpa, palha seca por cima.

Y – Supressividade Natural. É o fenômeno que alguns solos têm de prevenirem o estabelecimento de um Determinado patógeno e inibir as suas atividades. Induzida é quando o fenômeno ocorre induzido por fatores bióticos (microbiota antagônica), ou abióticos (pH, concentração de macro e Micronutrientes, condutividade elétrica).

Y – Benefícios e malefícios Que plantas transgênicas trouxeram pára SPD. MResistência a pragas, o que causa uma Pressão de seleção. BBaixo custo, Menos uso de agrotóxicos, conservando meio ambiente, facilita manejo Fitotécnico.

Y – Comportamento pragas SPD/SPC. SPD leva certa vantagem no controle de plantas daninha, pelo fato da palhada da Cultura anterior proteger o solo, desse modo o solo não recebe luz solar Diretamente, desfavorecendo o surgimento de novas plantas daninhas. Em relação A pragas artrópodes, o SPC tem vantagem pelo fato de incorporar restos Vegetais, o que prejudica a sobrevivência de insetos, por falta de alimento e Proteção. Nas doenças, o SPC leva vantagem, pois na palha do SPD podem ficar Esporos, bactérias que podem afetar a nova cultura. Porém possui maior índice de Planta daninha, que podem ser hospedeiras de outras doenças.

Y – SPD no cerrado. O SPD Permite melhorar a capacidade produtiva do solo em termos de evitar a erosão e Aumentar seu teor de matéria orgânica. Pré-requisitos: Correção química e física do solo; adequação de estradas e carreadores, Eliminação de problema de erosão em sulcos; adequação de maquinas e Implementos; avaliação da flora infestante e herbicidas pára diminuição e/ou Eliminação de ervas; planejamento do sistema de rotação e sucesso de cultura Pára produção de palha; assistência técnica adequada. Desvantagem: compactação do solo. Vantagens: redução dos custos do sistema; difusão de tecnologia Agrícola; economicidade e preservação do solo e da água. Palhada: reduz impacto das gotas de chuva, protegendo o solo contra A desagregação de partículas e compactação; dificulta o escorrimento de água; Redução nas perdas de solo e água pela erosão; reduz amplitude hídrica e Térmica, favorecendo atividade biológica; aumentando a matéria orgânica no Perfil do solo, aumentando a disponibilidade de água pára as plantas, a CTC Melhora.

Entradas relacionadas: