O que é working capital é custo efectivo?

Classificado em Economia

Escrito em em português com um tamanho de 2,92 KB.

 

CAPM (formação de preço de ativo de capital): K=Rf+[B.(Km-Rf)] é utilizado pára análise da relação, entre o risco e o retorno de um ativo e de uma carteira de ativos no mercado. CMPC (custo médio ponderado de capital): CUSTO x Proporção (EM DECIMAL) representa o custo dos financiamentos a longo prazo da empresa, ou seja, seu custo de capital. VPL: (valor presente líquido): 1 Ffin 2 inv. Inic. Chs 3 Gcfo 4 (fc1 Gcfj)5 i 6 Fnpv é a diferença entre o valor descontado do fluxo de caixa pára a data do investimento inicial e o valor do investimento inicial de um projeto. VPL>ou=0 gera retorno igual ou maior (aceita). TIR (taxa interna de retorno) 1 Ffin 2 inv. Inic. Chs 3 Gcfo 4 (fc1 Gcfj) 5 i 6 Firr é uma taxa de desconto que iguala o valor presente do fluxo de caixa ao valor do investimento inicial de um projeto. PAYBACK:

RISCO NÃO Sistemático: é a parcela do risco total que está associada ao risco de um ativo ou de um pequeno grupo de ativos. RISCO Sistemático: está relacionado as flutuações do sistema econômico e as mudanças que afetam todas as empresas.  CUSTO DE CAPITAL: é utilizado como parâmetro pára as decisões de aprovação ou não de novos projetos, ou seja, o custo de capital representa a taxa mínima de retorno que novos investimentos devem proporcionar. CUSTO MARGINAL: custo total associados aós novos financiamentos obtidos pela empresa. Correlação DE CARTEIRA DE ATIVOS: pára que o investidor possa ter uma carteira de ativos que lhe proporciona segurança, deverá investir em ativos onde os retornos tragam movimentações diferentes. Isso é possível por meio da relação entre as taxas de retorno dos ativos utilizando uma medida estatística.  
ESTRUTURA ÓTIMA DE CAPITAL: A administração pode investir em um número maior de projetos rentáveis a fim de maximizar o valor da  empresa. No entanto, essa situação se altera a partir de certo nível de endividamento, pois os credores, ao atribuírem risco maior de insolvência à empresa, elevam o custo desta fonte de recurso.
AS TAXAS COBRADAS PELO CAPITAL DE TERCEIROS AUMENTAM SUA Participação NA ESTRUTURA DE CAPITAL DA EMPRESA, POR QUE ?
Porque na medida em que a empresa substitui o capital de terceiros pelo capital próprio e mais barato , há um declínio no CMPC.

Entradas relacionadas: