Notas, resumos, trabalhos, provas e problemas de Medicina e Ciências da Saúde

Ordenar por
Matéria
Nível

Câncer

Classificado em Medicina e Ciências da Saúde

Escrito em em português com um tamanho de 14,37 KB.

01- Gênese das neoplasias: explique em linhas gerais o mecanismo de ação dos oncogenes e de um gene supressor tumoral.

Todo tecido humano possui células que apresentam em seu DNA os protoncogenes (genes presentes em todas as células e possui a função de controlar a proliferação, crescimento e diferenciação destas). Tais genes, através de fatores carcinogênicos (físicos, químicos, biológicos) e/ou mutação podem perder sua natureza normal em alguns indivíduos, alterando a diferenciação celular e o tempo de duração do ciclo celular originando uma qtde celular anormal: a neoplasia. Tais genes passam a se chamar oncogenes. Os genes supressores existem normalmente na célula e regulam o crescimento celular (regulando transcrição... Continue a ler "Câncer" »

Propedêutica

Classificado em Medicina e Ciências da Saúde

Escrito em em português com um tamanho de 19,96 KB.

Aparelho Respiratório

 

Inspeção

Inspeção estática: Deve-se manter o tórax descoberto, paciente em pé ou sentado, músculos relaxados com iluminação adequada.

Formas do Tórax: Podem sem normais (normolíneos, brevelíneos e longilíneos) ou anormais.

Tipos de anomalias:

Deformações bilaterais: tórax paralítico, tórax enfisematoso, tórax cilíndrico, tórax cônico, tórax piriforme, tórax infundibuliforme

Deformações unilaterais: Podem ser abaulamentos ou retrações. Normalmente ocorrem por presença de líquido ou gás na pleura, tumoores, distensão pulmonar vicariante, etc.

Deformações regionais: Podem ser também abaulamentos ou retrações.

Estudo da pele do tórax: Examinar pêlos, distribuição, cicatrizes, fístulas,... Continue a ler "Propedêutica" »

Malária

Classificado em Medicina e Ciências da Saúde

Escrito em em português com um tamanho de 8,18 KB.

Doença infecciosa febril aguda, causada por parasito unicelular, caracterizada por febre alta acompanhada de calafrios, suores e cefaléia, que ocorrem em padrões cíclicos, a depender da espécie do parasito infectante. Uma fase sintomática inicial, caracterizada por mal-estar, cefaléia, cansaço e mialgia, geralmente precede a clássica febre da malária. O ataque paroxístico inicia-se com calafrio que dura de 15 minutos a uma hora, sendo seguido por uma fase febril, com temperatura corpórea podendo atingir 41ºC ou mais. Após um período de duas a seis horas, ocorre defervecência da febre e o paciente apresenta sudorese profusa e fraqueza intensa. Após a fase inicial, a febre assume um caráter intermitente, dependente do tempo... Continue a ler "Malária" »

Leptospirose

Classificado em Medicina e Ciências da Saúde

Escrito em em português com um tamanho de 5,93 KB.

Doença infecciosa aguda com envolvimento sistêmico e de caráter endêmico, podendo se apresentar na forma epidêmica sob determinadas condições. A infecção pode ser assintomática, sub-clínica ou ocasionar quadros clínicos graves, anictéricos ou ictéricos com alta letalidade. A forma sub-clínica pode simular síndrome gripal. A forma anictérica ocorre em 60 a 70% dos casos e apresenta 2 fases:
a) Fase septicêmica - Caracterizada por hepatomegalia e, mais raramente, esplenomegalia, hemorragia digestiva, mialgia que envolve panturrilhas, coxa, abdômen e musculatura paravertebral, fotofobia, dor torácica, tosse seca, com ou sem hemoptóicos, exantemas maculares, máculo-papulares, urticariformes ou petéquias, hiperemia de mucosas... Continue a ler "Leptospirose" »

Tipos de hepatite

Classificado em Medicina e Ciências da Saúde

Escrito em em português com um tamanho de 5,41 KB.

HEPATITE A

É uma hepatite infecciosa aguda causada pelo vírus da hepatite A, que pode cursar de forma subclínica
TRANSMIÇAO:
Altamente contagiosa, sua transmissão é do tipo fecal oral, ou seja, ocorre contaminação direta de pessoa para pessoa ou através do contacto com alimentos e água contaminados, e os sintomas iniciam em média 30 dias após o contágio. A transmissão através de agulhas ou sangue é rara.
Sintomas:
Os sintomas são de início súbito, com febre baixa, fadiga, mal estar, perda do apetite, sensação de desconforto no abdome, náuseas e vômitos. Pode ocorrer diarreia. A icterícia é mais comum no adulto (60%) do que na criança (25%). A icterícia desaparece em torno de duas a quatro semanas. É considerada uma hepatite... Continue a ler "Tipos de hepatite" »

Inovar no processo de deserção do recurso

Classificado em Medicina e Ciências da Saúde

Escrito em em português com um tamanho de 2,75 KB.

10ª  Em um quadro comparativo entre as carácterísticas De necrose e apoptose. Verifica-se que esta incorreto

Rª áreas adjacentes frequentemente Intactas na necrose e com inflamação na apoptose.



11º São células que participam do processo inflamatório , exceto :

Rª Fibrócitos




12ª A inflamação pode ser Considerada , em última análise , um recurso necessário pára :

Rª Preparar a área lesionada pára O reparo tecidual




13ª Considerando as carácterísticas Morfológicas do processo inflamatório , assinale a alternativa que apresenta carácterísticas Da inflamação aguda:

Rª tentativa de cicatrização por Meio da substituição do tecido danificado por tecido conjuntivo pela Angiogênese e fibrose




14º Com relação aós principais... Continue a ler "Inovar no processo de deserção do recurso" »

As valvulas aorticas e pulmonares impedem refluxo de sangue pára o coração

Classificado em Medicina e Ciências da Saúde

Escrito em em português com um tamanho de 2,74 KB.

O ventrículo direito, possui a válvula atrioventricular direita que possui três válvulas (ou cúspide) e recebe a denominação de válvula tricúspide – permite a passagem de sangue somente do átrio pára o ventrículo.

O ventrículo esquerdo, possui a válvula atrioventricular esquerda constituída por duas válvulas (ou cúspide) e recebe a denominação de válvula bicúspide (MITRAL) – permite a passagem de sangue somente do átrio pára o ventrículo.
A válvula aórtica constituída por três válvulas semilunares, esta fica na origem da artéria aorta impedindo o refluxo sanguíneo durante a diástole (relaxamento) do ventrículo esquerdo.

O coração possui quatro válvulas:

a) Válvula pulmonar b)Válvula aórtica

... Continue a ler "As valvulas aorticas e pulmonares impedem refluxo de sangue pára o coração" »

Propriedades dos materiais

Classificado em Medicina e Ciências da Saúde

Escrito em em português com um tamanho de 1,63 KB.

1- Materiais Têxteis: algodão hidrófiló, algodão ortopédico,gase, gase em rolo atadura de crepom,máscara descartável

2- Adesivos / Apósitos: esparadrapo hipoalérgico, micropore,fita teste ,fita adesiva hospitalar.

3- Tubos, Drenos e Sondas: Canulos endotraqueais,dreno de tórax e penrose, sonda nasogastriga, enteral,oxigênio,uretral, retal

4- Dispositivos pára Infusão: Equipo Macrogotas com injetor l, Eq Macro. Fotossensível  , microgotas com injetor, agulhas, scalp e catetres

5- Látex: Luvas estéréis e não estereis

6- Coletores e Bolsas : coletores de urina descar. Sistema aberto e sistema fechado

7- Materiais Especiais: telas, grampeador linear,proteses

8- Materiais Plásticos: galões , cachimbó nebulização, pissteas

9- Fios... Continue a ler "Propriedades dos materiais" »

Reabsorção Radicular na

Classificado em Medicina e Ciências da Saúde

Escrito em em português com um tamanho de 2,81 KB.

Alterações vasculares: Espessamento das paredes dos vasos;Redução da migração dos leucócitos; Redução da eliminação de resíduos metabólicos; Impedimento na microcirculação sanguíNeá; Alterações nas funções dos neutrófilos:  Redução do número de neutrófilos que chegam ao local; ↓ Quimiotaxia;  ↓ Capacidade fagocitária. Mais alterações nos mecanismos de defesa: ↓ Níveis de IgA salivar; ↓ Número de linfócitos.  Alterações na capacidade de cicatrização:  A nicotina suprime a proliferação de osteoblastos; A nicotina inibe a proliferação de fibroblastos do ligamento periodontal de humanos in vitro; Baixa síntese de colágeno; Alta atividade da colagenase. A Gengivite Ulcerativa Necrosante Aguda
... Continue a ler "Reabsorção Radicular na" »

AJUDA DE JUNIOR

Classificado em Medicina e Ciências da Saúde

Escrito em em português com um tamanho de 11,97 KB.

Calendário DE VACINAÇÃO AO NASCER BGC dose unica - HEPATITE B dose unica. 2 MESES PENTA: 1ª dose - VIP/VOP: 1ª dose com VIP(injeção). PNEUMOCOCICA 10V: 1ª dose. Rotavírus HUMANO: 1ª DOSE(oral). 3 MESES MENINGOCÓCICA C: 1ª dose. 4 MESES PENTA: 2 dose - VIP/VOP: 2ª DOSE COM VIP. PNEUMOCOCICA 10V: 2ª dose. Rotavírus HUMANO: 2ª dose. 5 MESES: MENINGOCÓCICA C: 2ª dose. 6 MESES PENTA: 3ª DOSE, VIP/VOP: 3ª DOSE COM VIP. 9 MESES FEBRE AMARELA. 12MESES PNEUMOCOCICA 10V: REFORÇO, PODENDO SER FEITO Até OS 4(QUATRO) ANOS. MENINGOCOCICA C: REFORÇO, PODENDO SER FEITO Até OS 4(QUATRO) ANOS. Tríplice VIRAL: dose UNICA. 15 MESES PENTA: 1º REFORÇO (COM DTP). VIP/VOP: REFORÇO (COM VOP VIA ORAL) - HEPATITE A: dose UNICA. TETRA VIRAL:... Continue a ler "AJUDA DE JUNIOR" »